Escola Superior de Educação Politécnico de Coimbra
ESEC Politécnico de Coimbra
ESEC
Study
Research / Transfer
Secondary menu
Image

O sucesso escolar da Matemática com o Projeto Hypatiamat

Thursday, 15 July, 2021

O Projeto Hypatiamat nasceu como resposta à preocupação, ainda prevalecente na comunidade educativa atual, no que respeita ao desempenho escolar na Matemática. Efetivamente, este Projeto visa promover a excelência e o desenvolvimento do sucesso nesta disciplina, do 1.º ao 9.º ano de escolaridade.

A parte mais visível do Projeto Hypatiamat é uma plataforma online (disponível em https://www.hypatiamat.com) onde se disponibilizam inúmeras aplicações hipermédia (aplicações de conteúdos e jogos sérios), interativas e uma grande diversidade de outros materiais, já que é consensual que as aprendizagens são tanto mais ricas e eficazes quanto mais diversificadas as experiências e contextos que são facultados aos alunos.

Esta Plataforma orienta-se de uma forma direta para os alunos, com o objetivo de promover neles o prazer de aprender e fazer matemática, aproveitando o seu gosto natural por ambientes tecnológicos. Para isso, propõe-se munir os professores de ferramentas que lhes possibilitem incorporar, nas suas práticas diárias, metodologias que utilizem esse tipo de ambientes, devidamente articuladas com outras metodologias, envolvendo no mesmo propósito de melhorar a aprendizagem e o rendimento escolar no domínio da matemática, não só alunos e professores, mas também os encarregados de educação.

Neste momento, o Projeto está particularmente focado nos primeiros anos de escolaridade. A Equipa Hypatiamat considera que esses anos são essenciais na construção do conhecimento em matemática (na construção do sistema de numeração, sentido do número e operações, estratégias de cálculo mental, desenvolvimento do sentido espacial,…) e no desenvolvimento de capacidades transversais como o raciocínio lógico e a resolução de problemas. Tem ainda em conta que a evolução da aprendizagem matemática se processa numa dinâmica contínua e em espiral, sendo, pois, importante o estabelecimento de bases sólidas para não serem comprometidas as aprendizagens dos anos seguintes. Na verdade, o insucesso nesta disciplina tem, frequentemente, as suas raízes em aprendizagens incompletas ou disfuncionais, resultantes de uma construção pobre do edifício da Matemática.

Na vertente especialmente dirigida ao 1.º Ciclo do Ensino Básico (https://www.hypatiamat.com/1ciclopage.php), a Plataforma está a ser organizada de modo a cobrir os conteúdos relativos a este ciclo de escolaridade.

O Projeto organiza também Campeonatos de Cálculo Mental (neste momento apenas on line, dados os constrangimentos ditados pela COVID 19), com o objetivo de serem  desenvolvidas as competências de cálculo mental mediante a utilização de jogos sérios disponibilizados na plataforma (Calculus, Jogo da adição, Jogo da Subtração, Jogo da Multiplicação, Jogo SAM, Jogo SAMD, Jogo SAMDduel, …). Durante todo o ano letivo, os professores acompanham o desempenho dos seus alunos e promovem a utilização do jogo como ferramenta educativa para desenvolver competências de cálculo mental, ajustadas aos diferentes anos de escolaridade. Os encarregados de educação são encorajados não só a utilizarem os jogos Hypatiamat com os seus educandos, mas também a acompanhá-los durante os Campeonatos.

Para além dos recursos pedagógicos disponibilizados e da organização dos Campeonatos, o Projeto orienta professores, ao longo de cada ano letivo, na utilização, em sala de aula, desses recursos. Para isso, no início do ano letivo, são realizadas ações de curta duração (na modalidade de workshop) ou oficinas de capacitação, creditadas, para dar a conhecer a Plataforma, os recursos, o funcionamento do Projeto (ou de uma das suas vertentes, nomeadamente a realização dos Campeonatos de Cálculo Mental). No final destas ações, é esperado que os professores possam utilizar a Plataforma com autonomia e que os respetivos alunos comecem a trabalhar com ela sob a orientação desses professores.

Ao longo da implementação deste Projeto e de acordo com o feedback dos professores e dos alunos, todos os recursos utilizados poderão ser alvo de adaptações/calibrações em concordância com a realidade de cada turma.

O trabalho desenvolvido por alunos e professores é monitorizado pelo Projeto, mediante a disponibilização de um backoffice que permite guardar e articular a atividade desenvolvida na plataforma Hypatiamat. Este backoffice ajuda também o professor a acompanhar o desempenho dos seus alunos em tempo real. Através da aplicação TPC, professores  e respetivos alunos têm acesso à criação/realização de trabalhos de casa, podendo os primeiros monitorizar o aproveitamento de cada criança e, depois, agir em consequência.

Todo este trabalho do Projeto Hypatiamat é realizado em articulação com a Associação Hypatiamat (AHM), nomeadamente nos protocolos que envolvem a realização de oficinas de capacitação para professores do 1.º CEB pela Equipa Hypatiamat. A AHM disponibiliza também periodicamente uma newsletter.

Alguns dados relativos aos últimos quatro anos:

o Mais de 10 milhões de tarefas resolvidas.

o Mais de 2,5 milhões de jogos concluídos (estima-se que jogados são mais de 10 milhões).

o Mais de uma dezena de Campeonatos de Cálculo Mental organizados, com a participação de dezenas de Agrupamentos, centenas de professores e milhares de alunos de Norte a Sul do País.

 

1- Quais as ações que têm sido realizadas para implementação do Projeto na ESEC?

O Projeto Hypatiamat está a ser implementado em cursos da ESEC, nomeadamente, da Licenciatura em Educação Básica, Mestrado em Educação Pré-Escolar, Mestrado em Educação Pré-Escolar e Ensino do 1ºCEB, Mestrado em Ensino do 1.º CEB e de Matemática e Ciências Naturais no 2.º CEB, Mestrado em Ensino do 1.º CEB de Português e História e Geografia de Portugal no 2.º CEB, sob a responsabilidade do Professor Doutor Fernando Martins em articulação com a Equipa Hypatiamat, na pessoa do seu Coordenador, o Professor Doutor Ricardo Pinto. 

Ainda no âmbito desta colaboração com a ESEC, o Projeto está a ser implementado em várias escolas do Ensino Básico da Região Centro. Alguns Relatórios Finais de Mestrado apresentam a análise dessa implementação e consequente influência na aprendizagem dos alunos envolvidos.

Nos três últimos anos letivos, foram realizadas pela Equipa Hypatiamat, Ações de Formação Contínua, de Curta Duração, creditadas e dirigidas a Professores Cooperantes do 1.º CEB e estudantes da ESEC.

Desta estreita colaboração entre a AHM e a ESEC, resultaram ainda algumas publicações científicas, que dão conta da influência do uso da Plataforma Hypatiamat no processo de aprendizagem em vários temas do currículo de matemática do 1.º CEB (por exemplo, adição e divisão inteira de números inteiros não negativos, números racionais não negativos, aritmética mental através de jogos sérios da plataforma,...).

 

2- Qual tem sido o feedback nas Escolas básicas em que tem sido implementado?

Foram já realizados alguns estudos sobre a implementação dos recursos da Plataforma e consequentes resultados a nível da aprendizagem. Entre eles, destacamos o realizado pelo Plano Nacional de Promoção do Sucesso Escolar (PNPSE/DGE): MELHORAR APRENDIZAGENS EM MATEMÁTICA PELO USO INTENCIONAL DE RECURSOS DIGITAIS - O Hypatiamat como intervenção preventiva na CIM do Ave, Julho de 2020. Os principais resultados deste estudo foram os seguintes:

1- Os alunos das turmas que foram estimuladas a utilizar a plataforma Hypatiamat, de modo frequente e com intencionalidade pedagógica, obtiveram melhores resultados no ano letivo de 2018/19, na Prova de Aferição de Matemática, no 2.º ano de escolaridade, quer na globalidade quer em cada um dos seus domínios.

2- Os alunos das turmas analisadas, comparativamente às restantes, conseguiram melhorias  estatisticamente significativas na Prova de Aferição de Matemática e ampliaram ainda mais  os seus resultados, nesta avaliação externa, face aos da Prova de Aferição de Português.

3- Nestas turmas observou-se maior equidade nos resultados obtidos na Prova de Aferição de Matemática, uma vez que a melhoria das classificações se registou na totalidade dos alunos, o que sugere uma maior justiça educativa no acesso de todos a aprendizagens de qualidade.

Foram ainda realizados estudos envolvendo populações mais restritas, no âmbito das licenciaturas e mestrados na ESEC, já referidos anteriormente.

 

Texto:

Fernando Martins (Responsável pela implementação do Projeto Hypatiamat nos cursos de formação de professores da ESEC-IPC)

Ricardo Pinto (Presidente da Associação Hypatiamat e Coordenador Nacional do Projeto Hypatiamat)

+ INFO em Hypatiamat na ESEC

 

‹ Back