Escola Superior de Educação Politécnico de Coimbra
ESEC Politécnico de Coimbra
A ESEC
Estudar
Investigar / Transferir
Menu secundário
Imagem

Inspiring Alumni - Bruno Soares (Gerontologia Social)

Sexta, 24 Julho, 2020

Na minha cabeça a gerontologia era capaz de mudar vidas e pensamentos e sabia que este era o curso acertado.

Bruno Soares é licenciado em Gerontologia Social pela Escola Superior de Educação de Coimbra e do seu currículo fazem ainda parte duas pós-graduações, uma em Gestão Equipas de Cuidadores e outra em Práticas de Animação. Atualmente desempenha funções de Gerontólogo Social na Câmara Municipal de Ílhavo e é Docente/Orientador de estágios no Instituto Superior Ciências da Informação e Administração. É ainda Consultor Artístico do Festival Criatividade Arte e Talento Sénior da Rede Universidades Terceira Idade.

Pode fazer uma descrição do seu percurso profissional após a conclusão do curso?
Desenvolvi o meu estágio curricular na Câmara Municipal de Ílhavo e no Centro Comunitário da Gafanha do Carmo. Após o término da licenciatura fui a uma entrevista na Câmara Municipal de Ílhavo para ocupar a vaga que tinham disponível para Gerontólogo.
Fui com a esperança de ser selecionado, mas eventualmente não fosse selecionado, já tinha outras opções! O mais importante é nunca desistir e pensarmos que se a porta A não abre, a porta B, C ou D vão ter que abrir! Passado 3 anos convidaram-me para lecionar aulas e orientar estágios do curso Psicogerontologia do Instituto Superior Ciências da Informação e Administração. Este ano convidaram-me a ser consultor do festival criatividade arte e talento sénior da RUTIS, que se concretiza todos os anos nas Caldas da Rainha.

O Curso correspondeu às suas expectativas?

A palavra gerontologia surgiu numa conversa com uma amiga, e na altura nem sabia pronunciá-la. Fui pesquisar o conceito e daí resultou uma admiração pela área.
Na minha cabeça a gerontologia era capaz de mudar vidas e pensamentos e sabia que este era o curso acertado.
Descobri que muitas das áreas que me interessavam como: a gestão, as arte, a psicologia e a geriatria, faziam parte desta disciplina.

O curso faculta ferramentas essenciais para aplicarmos nos diferentes contextos de trabalho.

Quais considera serem os pontos fortes do curso?

Este curso possui variadíssimos pontos fortes: a centralidade da Escola Superior de Educação de Coimbra e toda a envolvência; um corpo docente com larga experiência de ensino, altamente qualificado e reconhecido nacional e internacionalmente; um plano de unidades curriculares multidisciplinares e amplas para a atuação do profissional da gerontologia em diferentes contextos; a existência de unidades curriculares com uma vertente prática, capacitando para a conceção de projetos interdisciplinares em diferentes contextos.

Qual a importância que atribui ao curso para o seu percurso profissional?
Além de toda a teoria conciliada com a prática, o curso desenvolveu-me competências sociais, capacidades de liderança e de comunicação.

Quais os momentos/experiências do seu percurso Académico que gostariam de destacar?

A cidade de Coimbra só por si é apaixonante, mas juntado as vivências proporcionadas pela ESEC, torna-se numa paixão para toda a eternidade, uma história similar à D.Inês e D.Pedro. Os momentos que destaco são as relações de amizade entre colegas/ colegas e colegas/professores. Ainda hoje mantenho um contacto próximo com diferentes professores e amigos da ESEC.

Que sugestões daria a um estudante de Gerontologia Social para uma melhor integração no mercado de trabalho?

Marquem a diferença... Sejam vocês mesmo.
Um estudante de Gerontologia Social após ter terminado o curso deve ter 5 competências-chaves para ter sucesso na área:

- Inovação - novos projetos levam a novas dinâmicas de intervenção comunitária;
- Conhecimento - o envelhecimento é um processo dinâmico e multifacetado exigindo conhecimento, antes de aplicar um método de intervenção;

- Proximidade - a confiança e informalidade, é uma técnica que nos aproxima no ato de cuidar, quer a nível social ou de saúde;

- Escuta Ativa- é através da comunicação que vamos estabelecer uma ligação! Devemos dar sentido à comunicação, e assim criar uma relação de dinâmica e entendimento. Utilize reações, palavras de encorajamento, faça pausas na comunicação, clarifique (...)
- Disponibilidade - trabalhar com um público sénior, exige-nos a ser bastantes flexíveis e disponíveis.

Com estas 5 competências serás um excelente gerontólogo.

 

 

‹ Voltar